Funchal: Cidade da economia da longevidade

10-05-2021
Funchal: Cidade da economia da longevidade
Viver mais anos, mas vivê-los com qualidade de vida é um dos maiores objetivos das sociedades modernas e evoluídas. Uma cidade “amiga dos idosos”, é uma cidade aberta à economia da longevidade. Esta é uma das bandeiras do “Funchal Sempre à Frente”, que pretende fazer do Funchal uma cidade ideal para os cidadãos seniores, com políticas públicas integradas e que promovam o conceito “age friendly”. 

“A população com mais de 65 anos precisa de serviços e produtos adequados.
Esta é uma das áreas de maior potencial de inovação e investimento, também geradora de novos empregos qualificados”, explica Pedro Calado, que assume que “apoiar os cidadãos numa vida mais longa, ativa e funcional” é um dos seus objetivos enquanto presidente da Câmara do Funchal, utilizando, para tal, “oportunidades inovadoras na economia da longevidade.

Recorde-se que a União Europeia apresentou recentemente o “Livro Verde” sobre este tema, precisamente para que possa ocorrer o debate político e social sobre os desafios e as oportunidades do envelhecimento da sociedade europeia.

Nesse sentido, “o Funchal deve estar à frente e inovar, posicionando-se como um município pioneiro na economia da longevidade”, sublinha o candidato da coligação Funchal Sempre à Frente.