Notícias

Bairro da Nazaré encheu para ouvir Pedro Calado

Bairro da Nazaré encheu para ouvir Pedro Calado

23-09-2021
“Nós é que merecemos estar no dia 27 na CMF”

O comício do ‘Funchal Sempre à Frente’ registou, ontem à noite, casa cheia no Bairro da Nazaré, em São Martinho, durante o qual Pedro Calado apresentou à população algumas das áreas prioritárias do seu programa, nomeadamente na componente social.

Garantiu mais ajudas às famílias com baixos rendimentos, aos que estão desempregados e às empresas porque são elas que criam postos de trabalho. Os apoios sociais vão ser mantidos e reforçados para quem tem baixos rendimentos. 

Para além do emprego, Pedro Calado também quer facultar as creches gratuitas, apoiar o transporte escolar e a aquisição dos manuais escolares. A Câmara do Funchal vai complementar a ajuda que o Governo Regional já concede no âmbito da acção social escolar.

Desenvolver políticas de apoio aos idosos, alguns abandonados em casa, sem ninguém para falar. Apoiar a ajuda das associações de modo a que possam entregar as refeições nas casas das pessoas. Esse trabalho faz-se entre as juntas, a autarquia, o Governo, as IPSS e Casas do Povo e será implementado por Pedro Calado e o “Funchal Sempre à Frente”. 

Em relação ao emprego, assumiu o compromisso de estabelecer contactos com as entidades patronais quer do comércio, da restauração, do turismo de todas as áreas para fazer aumentar os ordenados que hoje são pagos. “Só com dignidade é que temos pessoas felizes e essa dignidade não se faz com esmolas”, afirmou.

Na área da habitação prometeu novos investimentos e a reabilitação dos fogos que já existem, aproveitando as verbas do Plano e Recuperação e Resiliência. Estão disponíveis 136 milhões de euros só para esta área.

“Pedro Calado o Homem Certo para o futuro da Cidade”

O presidente do PSD-M esteve presente. Miguel Albuquerque manifestou total apoio a Pedro Calado e à sua equipa, convicto que o candidato é o homem certo para o futuro do Funchal e pediu que não deixassem perder esta oportunidade de mudar a cidade. «É tempo de suster, parar a decadência dos últimos 8 anos. A cidade está entregue a um bando de mentirosos e hoje a cidade está um chiqueiro», criticou. 

O presidente do PSD-M lamenta que os socialistas prometam e não cumpram, andem a vender banha de cobra e não façam nada.

Para Miguel Albuquerque, o actual presidente da autarquia é um «bluff, um caloteiro e não é inteligente». «São aldrabões porque mentiram sobre o Pedro Calado», acusou.

O presidente do partido apelou aos presentes no comício que votem no domingo na única alternativa que é o ‘Funchal Sempre à Frente’. 

Já Marco Gonçalves, candidato a presidente de Junta de São Martinho disse contar com todos para fazer renascer a freguesia e colocar a cidade do “Funchal Sempre à Frente”.
“Funchal Sempre à Frente” defende que todos os munícipes tenham acesso gratuito à Saúde

“Funchal Sempre à Frente” defende que todos os munícipes tenham acesso gratuito à Saúde

23-09-2021
Pedro Calado pretende garantir a todos os munícipes, independentemente do rendimento ou categoria social, um melhor acesso à saúde. 

O programa eleitoral preconiza a criação de um seguro de saúde para todos os funchalenses. «Vamos implementar teleconsultas gratuitas em duas áreas, pediatria e medicina geral familiar, 24 horas por dia, sendo possível fazer a prescrição médica e a entrega de medicamentos ao domicílio», assegura. 

Pedro Calado assume o compromisso de manter uma política social de apoio aos idosos e reformados com baixos rendimentos, garantindo o acesso gratuito aos medicamentos. «Ninguém com baixos rendimentos vai ficar sem apoio médico que seja necessário. Esta é uma área da saúde que nós queremos muito apostar e garantir à população». 

Este serviço de seguros de telemedicina, a ser disponibilizado pela autarquia do Funchal, já está preparado e acordado com companhias de saúde especializadas neste sector.

Ainda na área da saúde, Pedro Calado anunciou estabelecer um protocolo com a Ordem dos Médicos Dentistas na Região, de modo a assegurar sobretudo às famílias com poucos rendimentos, para crianças e adultos, tratamentos dentários, próteses e fixação de dentes em prol de uma melhor saúde publica e auto-estima das pessoas.

A candidatura ‘Funchal Sempre à Frente’ quer assegurar ainda acesso gratuito a consultas de oftalmologia e aquisição de óculos e/ou lentes de contacto, para as crianças em que os pais tenham baixos rendimentos.

Neste pacote de medidas para a área da saúde pública os animais de estimação não foram esquecidos. O seguro da telemedicina a implementar pela autarquia, também defende o acesso a consultas veterinárias.

As teleconsultas com recurso ao financiamento pelas companhias de seguro é uma medida inovadora na Região. Ao nível do País já existe em algumas autarquias este tipo de serviço e Pedro Calado quer colocar em funcionamento no concelho do Funchal. Trata-se de um complemento ao Serviço Regional de Saúde para aliviar a pressão sobre os centros de saúde e hospitais.
"Funchal Sempre à Frente" quer ajudar utentes em situação de carência e exclusão social

"Funchal Sempre à Frente" quer ajudar utentes em situação de carência e exclusão social

23-09-2021
A candidatura ‘Funchal Sempre à Frente’ visitou, esta quarta-feira, a Associação Protectora dos Pobres. Uma instituição que tem por objectivo dignificar e ajudar na mudança de hábitos de vida através da implementação de projetos individuais de intervenção adaptados a cada realidade, promovendo a integração profissional, habitacional ou familiar.

Na reunião, com a direcção da Instituição, Pedro Calado abordou o «flagelo Social» e apresentou os programas que pretende implementar ,na Câmara Municipal do Funchal, para resolver os problemas das pessoas que, hoje , são marginalizadas por vários razões: desde uso de drogas, o consumo de álcool, a violência doméstica, o abandono, a falta de emprego, entre outros.

Pedro Calado disse, ter já neste momento os problemas identificados e assumiu um compromisso: «trabalhar, em diálogo e em articulação, com as diversas entidades que já estão no terreno, dando-lhes mais meios, ajudando-as financeiramente para terem mais recursos e melhorar as condições em que se encontram estas pessoas».

Um dos problemas, que afecta mais a sociedade, são os sem abrigo. É preciso retirá-los do abandono social, da marginalização, combater o problema do álcool e da toxicodependência.

A Associação Protectora dos Pobres apoia utentes em situação de carência e exclusão social. Diariamente prepara cerca de 300 refeições e assegura abrigo no centro de Acolhimento Nocturno, a mais de 30 utentes.
“Funchal Sempre à Frente” sente que a população se identifica com o projeto e sabe quem é que lhe deita a mão

“Funchal Sempre à Frente” sente que a população se identifica com o projeto e sabe quem é que lhe deita a mão

22-09-2021
A poucos dias das eleições, Pedro Calado assume que as coisas estão muito claras neste momento, por estar «há muito tempo no terreno a auscultar a população, identificando e apresentando soluções». 

Trabalhar em articulação com o Governo

Pedro Calado afirma que foi preciso a candidatura “Funchal Sempre à Frente” ir ao terreno denunciar problemas para que estes fossem resolvidos, vincando que a população já se apercebeu de quem tem soluções. «Nós pedimos ajuda aos serviços do Governo Regional, às empresas e conseguimos resolver algumas necessidades da população porque já estamos, no terreno, a trabalhar, muito antes de se iniciar a campanha eleitoral. Nós não temos vergonha de assumir que queremos trabalhar na Câmara em articulação com o Governo, fazemos o que for preciso para proteger o nosso povo».

A campanha da mentira 

«Uma coisa é contestar uma ideia de uma candidatura ou ir atrás das mesmas propostas, outra coisa é andar de porta-a-porta a distribuir panfletos a mentir à população que nós vamos cortar os apoios sociais, que vamos cortar os medicamentos e os transportes gratuitos aos idosos, que vamos acabar com os manuais escolares. Isto é crime, isto é uma política de mentira mas é aquilo que eles estão habituados a fazer, é aquilo que estão habituados a dar à população: é mentira atrás de mentira», desabafou, sobre a campanha realizada pelo actual executivo da CMF. 

«Vamos ganhar no Domingo»

Para Pedro Calado, a coligação PSD-CDS tem todas as possibilidades de ganhar as eleições: «Vamos ganhar no Domingo». A razão é simples: «estivemos no terreno de manhã à noite a ouvir a população há meses e é com muito orgulho que temos feito este trabalho e temos sentido boa receptividade de toda a população na estrada e a população está receptiva ao nosso projecto». 

Todos os votos contam. Pede, por isso, que os eleitores esqueçam as sondagens. «A única sondagem é o dia 26 às 08:00, da noite, e só há um voto útil, que é ‘Funchal Sempre à Frente’ com um projecto para quatro anos».