Notícias

Reabilitação de prédios antigos para habitação sénior

Reabilitação de prédios antigos para habitação sénior

28-08-2021
Pedro Calado apontou o Polo Comunitário de Santa Luzia para idosos como um bom exemplo para promover o mercado da longevidade. 

No prédio reabilitado, mesmo ao lado da Igreja, residem 13 idosos. Cada um vive no seu apartamento, autonomamente, e têm a oportunidade de participar em diversas acções lúdicas, tais como dança, ginástica, cursos de alimentação saudável, passeios, entre outras.  

O candidato da coligação “Funchal Sempre à Frente” considera um excelente projecto de resposta social para a melhoria da qualidade de vida dos mais velhos.

O envelhecimento da população é uma realidade que merece toda atenção, portanto, Pedro Calado defende que, no futuro, a reabilitação de prédios devolutos sirva para este tipo de complexos habitacionais seniores e, vai mais longe, ao propor que se avance com uma experiência intergeracional.

Para Pedro Calado, esta é uma forma de evitar o isolamento e a solidão da população sénior, colocando à disposição um espaço de interação social, de convivência e de ajuda. Uma nova forma de viver com segurança, conforto e bem-estar. 

Pedro Calado, acompanhado do candidato à Junta de Freguesia de Santa Luzia, Tiago Rodrigues, do actual presidente da Junta de Santa Luzia, José António Rodrigues e de outros elementos da candidatura “Funchal Sempre à Frente”, visitou o Pólo Comunitário e  o  Lar de Idosos do Vale Formoso  que acolhe 36 utentes, o limite máximo de capacidade.
Transparência e rigor na gestão da Junta de Freguesia é compromisso de Manuel Filipe para São Pedro

Transparência e rigor na gestão da Junta de Freguesia é compromisso de Manuel Filipe para São Pedro

27-08-2021
Transparência e rigor na gestão da Junta de Freguesia é compromisso de Manuel Filipe para São Pedro 

Competência, dinamismo e espírito de equipa para mudar o rumo, em São Pedro, e melhorar a vida dos que residem, trabalham e visitam a Freguesia, é o compromisso de Manuel Filipe, candidato à Junta de Freguesia de São Pedro, pelo “Funchal Sempre à Frente”, que também destaca a necessidade de transparência e rigor na gestão autárquica do órgão executivo. 

Na área social, considerada muito importante face ao envelhecimento da população da Freguesia,  são três as propostas fundamentais para São Pedro: reforçar a atribuição de cabazes alimentares, baseada num levantamento das famílias carenciadas, mas promovendo um acompanhamento contínuo, criação de uma bolsa de emprego e formação, em conjunto com entidades privadas, para os desempregados, a que se junta uma aproximação e parcerias com as Instituições  Particulares de Solidariedade Social (IPSS) da freguesia, para melhorar e apoiar os que necessitam. 

Todavia, como realça, Manuel António Filipe, «queremos dar apoio às famílias, com critérios justos e equitativos», isto porque, explica, presentemente «não há rigor nos apoios concedidos», razão pela qual garante que «todas as atribuições de bolsas e apoios serão baseados em regulamentos transparentes», sendo ainda criada uma Comissão de Fiscalização composta por membros da Assembleia de Freguesia para fiscalizar e acompanhar o processo de seleção e atribuição dos apoios.

Entre outros objetivos para a Junta de Freguesia de São Pedro e que estão incluídos no programa apresentado à população, destacam-se a dinamização da atividade juvenil e desportiva, «atualmente inexistentes», bem como uma aposta na promoção das atividades culturais e turísticas».  

Nesta duas áreas, saliente-se a criação de um roteiro turístico de São Pedro, para atrair e aumentar o fluxo de turistas, o reforço dos apoios às entidades que desenvolvam a sua actividade em prol da defesa e promoção da tradição e cultura, a que se acresce a reactivação do grupo folclórico e o diálogo com os comerciantes de modo a criar parcerias para dinamizar as principais artérias da Freguesia. 

 
“Funchal Sempre à Frente” defende medidas de incentivo ao comércio local

“Funchal Sempre à Frente” defende medidas de incentivo ao comércio local

27-08-2021
A construção de um estacionamento subterrâneo na Praça do Município é uma das propostas.

Pedro Calado assume o compromisso de criar mais estacionamentos na baixa do Funchal 

«Não se pode incentivar o uso do comércio local e depois não ter estacionamentos para automóveis», referiu. Neste âmbito, anunciou que tem um projecto de criação de um estacionamento subterrâneo para 1.500 viaturas, no Largo do Colégio.

Para além do estacionamento, será feito um estudo sobre a circulação automóvel nas principais artérias do centro da cidade, será criado «um sentido pedonal em que a circulação automóvel é  imitada pela criação deste estacionamento». , sustentou.

Outra garantia deixada é proporcionar duas a três horas de estacionamento gratuitas para que as pessoas possam fazer as suas compras no comércio local.

Estas propostas do “Funchal Sempre à Frente” foram abordadas numa acção de campanha, na Freguesia da Sé, estabelecendo contactos com os comerciantes.

Nesta iniciativa, em que foi acompanhado pelo Presidente da Junta de Freguesia e recandidato a uma terceiro mandato, Luís Sousa, e de outros elementos da sua equipa, Pedro Calado ouviu muitas preocupações: «Os comerciantes da baixa do Funchal estão muito preocupados com a falta de segurança, a falta de limpeza e com  o aumento do número de pessoas com problemas de álcool e de droga que fazem as suas necessidades e dormem nas ruas e às portas dos estabelecimentos comerciais, dando uma imagem negativa da cidade». 

A candidatura da coligação “Funchal Sempre à Frente” identificou os problemas e refere que uma das soluções  passa pelo tratamento dessas pessoas em Instituições próprias num trabalho feito e em articulação com a CMF para depois serem integradas no mercado de trabalho.

Outra preocupação manifestada pelos comerciantes «são as elevadas taxas municipais, ainda para mais quando não têm uma compensação de serviços prestados pelo município». “

Sobre esta matéria, Pedro Calado tem vindo a defender a redução das taxas municipais e assume o compromisso de dar condições de investimento, realizar mais eventos para atrair mais gente à baixa do Funchal.

Estas são as propostas da candidatura ‘Funchal Sempre à Frente’ para incentivar o comércio local. Uma cidade que Pedro Calado  diz estar «votada ao abandono. Não é isso que se quer. Queremos uma cidade limpa, mais atrativa e com boa imagem, não fosse o Funchal, uma cidade turística». 
Marco Gonçalves e o "Funchal Sempre à Frente" querem desenvolver e melhorar a qualidade de vida em São Martinho

Marco Gonçalves e o "Funchal Sempre à Frente" querem desenvolver e melhorar a qualidade de vida em São Martinho

26-08-2021
Marco Gonçalves quer desenvolver e melhorar a qualidade de vida em São Martinho 

 Desenvolver e melhorar a qualidade de vida em São Martinho, olhando para a suas potencialidades e trabalhar, em rede, com os diversos sectores da sociedade, naquela que é a mais populosa Freguesia do Funchal, é o grande objectivo de Marco Gonçalves, candidato à Presidência da Junta pela coligação “Funchal Sempre à Frente”. Nesse sentido, adianta o candidato, «São Martinho é actualmente uma Freguesia estagnada» razão pela qual o programa que apresenta visa potenciar «um novo rumo, com desenvolvimento», mantendo sempre «as pessoas como prioridade». 

Na área da saúde e dos apoios sociais e terceira idade, o foco da equipa do “Funchal Sempre à Frente” são a promoção de uma rede social articulada e equitativa, essencial para assegurar a autonomia, saúde e bem-estar da população. Mas também o «encontrar soluções de proximidade para apoiar a reinserção dos residentes desempregados no mercado de trabalho».

Já no ambiente e qualidade de vida, um dos objectivos é a promoção da qualidade e sustentabilidade ambiental, através do desenvolvimento de acções comunitárias, que fomentem a preservação e manutenção do ambiente. 

De igual modo, a promoção e mais justa utilização do espaço público, nomeadamente, esbatendo as barreiras arquitectónicas para as pessoas de mobilidade reduzida é outra das propostas. 

Na área do desporto, cultura, e lazer, a criação de um espaço multiusos para a cultura e artes, que proporcione à população actividades culturais, performativas e artísticas, assim como todas as condições para o desenvolvimento de iniciativas das associações de São Martinho e de todo o concelho, é uma das propostas a ter em conta, como também a dinamização do espaços desportivos lúdicos e de competição, que concedam apoio aos eventos desportivos promovidos pela comunidade. 

Ainda nesta área, saliente-se o desenvolvimento de locais de lazer e jardins intergeracionais e a requalificação do património histórico.