Notícias

“Funchal Sempre à Frente” quer acabar com desleixo de oito anos no bairro de Santa Maria Maior

“Funchal Sempre à Frente” quer acabar com desleixo de oito anos no bairro de Santa Maria Maior

26-08-2021
As habitações estão muito degradadas e Pedro Calado promete intervir

A candidatura “Funchal Sempre à Frente, visitou o bairro camarário de Santa Maria Maior e ouviu muitas queixas dos moradores contra os actuais executivos da Câmara Municipal do Funchal e da Junta de Freguesia. Reclamam obras de remodelação que até agora não foram feitas. O bairro, com 100 habitações, no qual residem mais de 300 pessoas, encontra-se em estado avançado de degradação, sendo visível a falta de limpeza. 

Pedro Calado, acompanhado do candidato à Junta de Freguesia, Eduardo Rodrigues, entrou em algumas moradias, a pedido dos munícipes, tendo constatado haver condições precárias que carecem de solução urgente.

Nos últimos oito anos, os moradores não tiveram qualquer ajuda por parte da autarquia nem da Sociohabitafunchal em termos de obras de remodelação. «Assistimos a necessidades muito graves de pessoas e de habitações que estão completamente degradadas e abandonadas, quer pela Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, quer pela própria autarquia», salientou Pedro Calado. 

As pessoas estão «indignadas» e «desejosas» de mudança. «Aquilo que nos transmitiram, é que esperam com muita ansiedade que o “Funchal Sempre à Frente” ganhe as eleições  para poder fazer a remodelação urgente destas moradias», sublinhou Pedro Calado que  também observou «um completo desleixo e desrespeito pela qualidade de vida das pessoas».

 «Nós não podemos admitir que numa freguesia em pleno coração da cidade ainda existam graves problemas de saneamento e até ambientais e de salubridade destas casas», realçou o candidato, que assume o compromisso de mudar este sistema. «Queremos dar dignidade às condições  de vida destas populações e de modificar esta forma de estar e de viver».  

Pedro Calado deixou outra promessa: requalificar o polidesportivo, que se encontra degradado e votado ao abandono.
Tiago Freitas e o “Funchal Sempre à Frente” apresentam propostas inovadoras na área social para São Gonçalo

Tiago Freitas e o “Funchal Sempre à Frente” apresentam propostas inovadoras na área social para São Gonçalo

25-08-2021
Para São Gonçalo, Tiago Freitas e a equipa do “Funchal Sempre à Frente” querem implementar, no programa que estão a apresentar à população, um projeto mobilizador e inclusivo, com grande destaque para as propostas na área social e saúde, sendo certo que algumas são bastante inovadoras. 

Nesse sentido, têm particular relevância a criação da “Agenda do Povo”, em articulação com a Casa do Povo e que visa a ocupação dos tempos livres da população, o Gabinete de Apoio ao Morador, para informar, encaminhar e apoiar os moradores na resolução de diferendos, a linha “Olá, bom-dia!”, que fará um telefonema diário aos fregueses em casos de isolamento e solidão, uma Mercearia Social no Bairro de São Gonçalo, com o apoio do Banco Alimentar e de empresas regionais e locais, a Oficina do Reformado com vista a efectuar pequenas obras de reparação. 

Outras propostas inovadoras são transformação da antiga escola primária em Centro Clínico, criação de um programa lectivo para ensino escolar a adultos, bem como implementação da Universidade Sénior de São Gonçalo, Cabaz Bebé, para todos os recém-nascidos cujos pais sejam recenseados na Freguesia, lavandaria Comunitária, com serviço “self-service”, mediante pagamento de uma taxa social, criação da carreira urbana “São Gonçalo Transporta”, num circuito tendencialmente gratuito, que percorra os trajectos mais utilizados pelos moradores. 

Tiago Freitas, relembra a «evidente desarticulação entre a Câmara do Funchal e a Junta, que apesar de serem do mesmo partido, demonstram uma enorme incapacidade em concretizar seja o que for» até porque, como explica, «em oito anos de poder local, a coligação Confiança não foi capaz de realizar nenhuma obra de referência em São Gonçalo».

Outra área importante é a da habitação, por isso pretende, encontrar soluções, em articulação com a CMF e as diversas associações regionais, de forma a poder apoiar os moradores na recuperação das suas habitações. 

A finalizar, refere o compromisso de ter, na Junta de Freguesia, uma gestão mais eficaz, mais aberta à modernidade e melhor preparada para poder acolher os investimentos necessários, daí que a sua equipa seja «unida, competente, motivada e conhecedora da freguesia para que possa desenvolver e implementar políticas que garantam novas dinâmicas».
“Funchal Sempre à Frente” vai criar Universidade Sénior do Imaculado

“Funchal Sempre à Frente” vai criar Universidade Sénior do Imaculado

25-08-2021
Esta proposta faz parte do programa apresentado à população 

Trata-se, segundo Pedro Araújo, candidato à Presidência da Junta de Freguesia de «uma importante resposta social, capaz de responder aos interesses e às expectativas da população sénior e de contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida».

Nesta nova resposta social, a promover pela Junta de Freguesia, pretende-se evitar o isolamento e a solidão, que devem ser substituídos pelo carinho, pela interação social e pela salutar convivência.

Com efeito, no Imaculado, o envelhecimento da população é uma realidade que merece toda a atenção da candidatura, que pretende assim encontrar respostas sociais ajustadas e condignas a esta faixa etária.

Neste contexto e, para além das respostas já existentes, que serão igualmente apoiadas, surgirá a Universidade Sénior do Imaculado Coração de Maria, um contributo social, visando criar e dinamizar atividades culturais, sociais, educacionais, recreativas e de convívio para os maiores de 55 anos, incluindo um programa regular de passeios. 


A Universidade Sénior do Imaculado, uma aposta da candidatura da Coligação Funchal Sempre à Frente, quer assumir-se junto da população sénior como um espaço de inclusão, gerador de afetos entre os seus participantes, destes com a autarquia e com a comunidade onde se inserem ou com outras comunidades.

O carinho pelos mais idosos é, de resto, uma marca desta candidatura, sendo que o próprio candidato Pedro Araújo, na sua apresentação pública, recordou a sua avó materna, falecida no passado mês de Abril, que residia no Imaculado, e a quem este deve a relação que desde sempre manteve com a freguesia, muito antes de mudar-se para o Livramento e de assumir a presidência do CF Carvalheiro.
“Funchal Sempre à Frente’” quer alargar bolsas de estudo a mestrados, doutoramentos e cursos técnicos

“Funchal Sempre à Frente’” quer alargar bolsas de estudo a mestrados, doutoramentos e cursos técnicos

25-08-2021
O compromisso foi assumido por Pedro Calado durante reunião com AAUMa, que reiterou serem a Juventude e o Desporto duas áreas prioritárias do “Funchal Sempre à Frente” para o futuro do Funchal.

Na reunião que a candidatura “Funchal Sempre à Frente” manteve hoje com a Associação Académica da Universidade da Madeira (AAUMA), o apoio financeiro aos estudantes foi um dos temas abordados, com Pedro Calado a assumir o compromisso de investir na formação, alargando as bolsas de estudo a vários ciclos universitários.

Caso vença a Câmara Municipal do Funchal) a 26 de Setembro, Pedro Calado assume que, para além das licenciaturas, alargará o financiamento das bolsas de estudo a mestrados e doutoramentos. Uma medida que também abrange os cursos técnicos superiores. 

«São cursos de dois anos. Há uma grande lacuna nessa área. Há muitos jovens a procurarem as áreas técnicas com alguma especialização de ensino profissionalizante e a nível superior que, neste momento, não têm qualquer financiamento, nem atribuição de bolsas de estudo. Será um compromisso nosso e é uma das áreas que nós queremos muito investir».

Pedro Calado pretende que os jovens tenham uma formação mais prática e uma melhor integração no mercado de trabalho. «Nós queremos promover a integração imediata no mercado activo de trabalho. É preciso criar novas oportunidades aos nossos jovens, prepará-los para uma vida activa mais rápida e mais eficaz», realçou.

Foi ainda feita a promessa de intervir nos espaços exteriores da Universidade que, neste momento, apresentam um aspecto abandonado e decadente propício à marginalidade.

«A promessa que, aqui, quero deixar é que, ao ganharmos o Município do Funchal, vamos intervir para dignificar melhor este espaço envolvente da universidade. Nós hoje passamos aqui à volta e constatamos, o problema da marginalização, de pessoas sem abrigo, pessoas com problemas de drogas e de álcool, uma situação que não credibiliza esta instituição de ensino, nem dá uma imagem positiva e temos de actuar nesta área», observou.
Continuar o bom trabalho em prol da Freguesia do Monte é a grande promessa de Idalina Silva para o próximo mandato

Continuar o bom trabalho em prol da Freguesia do Monte é a grande promessa de Idalina Silva para o próximo mandato

24-08-2021
Continuar o bom trabalho em prol da Freguesia do Monte é a grande promessa de Idalina Silva 

Para o Monte, Idalina Silva, que já cumpriu dois mandatos como Presidente da Junta de Freguesia e, candidata-se a um terceiro, pela Coligação “Funchal Sempre à Frente”, preconiza, sobretudo, a continuação do trabalho, «como uma verdadeira equipa», que tem sido efectuado desde 2013 e que pretende agora reforçar. 

Deste modo e salientando que «em equipa que trabalha, que se dedica, que não para, não se mexe», a saúde, os apoios sociais e a terceira idade são áreas vitais para o novo mandato, em que haverá um reforço no apoio às famílias e na aquisição de bens alimentares, na promoção e organização de actividades lúdicas e recreativas. 

Mas também a educação e a juventude são áreas em que quer inovar. Assim, além da continuação do apoio às escolas e alunos da freguesia, do apoio às associações jovens como são o Clube Desportivo do Infante e os Escoteiros do Monte, está previsto, no seu programa para o Monte, «a criação de novos incentivos na formação e educação». 

Outro polo importante para o Monte, pela sua tradição e história, é a desporto, cultura e lazer. Por isso mesmo, Idalina Silva e a sua equipa vão continuar com os eventos que iniciaram e que têm sido um sucesso, como são o Monte do Imperador, Monte de Clássicos, Monte em Flor, Monte à Capela, Mercadinho do Monte, Presépio Comunitários, entre outros.  

Nestas áreas, estão também garantidos o apoio e o diálogo, constantes, com as instituições e associações da Freguesia. Caso dos Carreiros, Casa do Povo, grupo Folclórico Monte Verde e Teatro Amador do Livramento.

 
“Funchal Sempre à Frente” quer combater a marginalização e tem programas para a integração plena das pessoas na sociedade

“Funchal Sempre à Frente” quer combater a marginalização e tem programas para a integração plena das pessoas na sociedade

24-08-2021
Pedro Calado tem programas para a integração plena das pessoas na sociedade

Na visita à Casa de Saúde São João de Deus, instituição que no próximo ano se torna centenária e que  intervém na área da psiquiatria, cuidados continuados gerais, reabilitação e psicogeratria, Pedro Calado apresentou os programas que o “Funchal Sempre à Frente” pretende implementar na Câmara Municipal do Funchal(CMF) para resolver os problemas das pessoas que, hoje, são marginalizadas por vários razões, desde o uso de drogas ao consumo de álcool, da violência doméstica ao abandono, da falta de emprego a outros factores e que são um «flagelo social»

Os problemas encontram-se identificados e o compromisso assumido: «trabalhar, em diálogo e em articulação, com as diversas entidades que já estão, no terreno, dando-lhes mais meios, ajudando-as financeiramente para terem mais recursos e melhorar as condições em que se encontram estas pessoas», de modo a integrar estes cidadãos na sociedade. 

Pedro Calado apontou que um dos problemas que afecta mais a sociedade é o aumento do número de sem-abrigo. É preciso retirá-los do abandono social, da marginalização e combater o problema do álcool e da toxicodependência. 

«Nós queremos que essas pessoas sejam tratadas, acompanhadas, para que tenham uma integração plena no mercado de trabalho. O nosso objectivo é fazer programas activos com empresas e torná-las válidas para a sociedade», frisou, reiterando a promessa que, «se ganhar a CMF», a sua equipa vai criar condições para trabalhar em articulação com o Governo Regional e com todas as instituições, no sentido de encontrar as melhores respostas para o problema da marginalização.

Por sua vez, o Director da Casa de São João de Deus, Eduardo Lemos, informou que por ano, a instituição recebe 170 jovens com problemas de droga e álcool e são realizados 150 internamentos compulsivos, a mando do tribunal e pediu a Pedro Calado para ter um olhar diferente para o problema dos sem-abrigo.