Notícias

“Funchal Sempre à Frente” aposta em cooperativas de habitação para jovens

“Funchal Sempre à Frente” aposta em cooperativas de habitação para jovens

19-08-2021
Pedro Calado quer tornar a freguesia de Santa Luzia o local ideal para a juventude viver

A habitação social para jovens em Santa Luzia é prioritária para Pedro Calado. A garantia foi deixada pelo cabeça-de-lista à Câmara Municipal do Funchal (CMF) na apresentação, ao final da tarde, da equipa candidata pela coligação PSD/CDS ‘Funchal Sempre à Frente’ à Junta de Freguesia de Santa Luzia.

Pedro Calado deu como exemplo para replicar no futuro o projecto de habitação a custos controlados feito na altura em que esteve na CMF nesta freguesia. «O nosso objectivo é atrair a juventude para viver no centro do Funchal, na freguesia de Santa Luzia, construindo habitação a preços acessíveis. A cidade precisa de gente e vamos fazer de Santa Luzia o centro da Juventude». 

Para além de assumir o compromisso de reforçar os apoios para habitação social,  Pedro Calado comprometeu-se a ajudar os mais idosos, melhorar as estradas, criar bolsas de estacionamento e garantir mais  transportes públicos. 

O Funchal pode confiar no projecto “Funchal Sempre à Frente” para fazer mais e melhor e dar qualidade de vida às pessoas.  Esta foi uma das garantias dadas por Pedro Calado, que relembrou o abandono a que a CMF condenou a Freguesia de Santa Luzia. «Até agora os únicos investimentos feitos foram da responsabilidade do Governo Regional no montante superior a 17 milhões de euros» como, ontem explicou à população de Santa Luzia. 

«Não podemos aguentar mais esta estagnação. Contamos com o povo para fazer mais e melhor.  Vamos trabalhar com humildade, com honestidade, com mais proximidade, escutando as pessoas para resolver os problemas.  Não estamos aqui  para fazer promessas, mas sim para fazer obra», salientou Pedro Calado, que criticou o actual executivo de só, no final do mandato, entrar  num corrupio com promessas de obras, quando tiveram 8 anos para as realizar.
Tiago Rodrigues promete continuar a trabalhar com honestidade

Tiago Rodrigues promete continuar a trabalhar com honestidade

19-08-2021
Requalificação do Centro de Convívio de Santa Luzia é prioridade para a freguesia 

O candidato à presidência da Junta de Freguesia de Santa Luzia promete dar continuidade ao trabalho que o PSD fez até agora. Mais e melhor qualidade de vida à população é o objectivo para manter nos próximos 4 anos.

«Vamos continuar fortes e dedicados à causa pública, continuando com os apoios sociais, realizando obras de requalificação de becos, travessas, fontanários, impasses e escadarias, bem como continuando a realizar as limpezas da freguesia», referiu.

Tiago Rodrigues aponta como prioridade a requalificação do Centro de Convívio, uma obra prometida pela actual equipa da CMF em 2013 e ainda por concretizar. Pedro Calado já assumiu publicamente, avançar com este investimento, caso seja eleito, no próximo ano. 

A gestão do actual executivo camarário, nomeadamente o esquecimento e abandono da Freguesia, mereceu reparos de Tiago Rodrigues: «a CMF que diz não ter dinheiro para obras, para apoios a instituições, deixando Santa Luzia ao abandono e desamparada, mas depois acontece o milagre chamado Eleições Autárquicas, e começa a aparecer dinheiro para dar a tudo e a todos. Nós não vamos andar porta-a-porta a oferecer conjuntos de chá às pessoas, nem a comprar votos com uns euros dentro de envelopes. Nós vamos continuar a trabalhar com honestidade, diálogo e proximidade com as pessoas. Não prometemos mundos e fundos como os nossos adversários fazem. Uma autarquia que nada de novo apresenta às pessoas, a não ser prometer o que nós já fazemos e bem há muito tempo».
“Funchal Sempre à Frente’” tem projeto de apoio aos comerciantes

“Funchal Sempre à Frente’” tem projeto de apoio aos comerciantes

18-08-2021
Mais alívio fiscal, menos burocracia e digitalização dos negócios são apostas de Pedro Calado

A coligação “Funchal Sempre à Frente” tem já definido um pacote de medidas que têm por objectivo desenvolver e melhorar a actividade dos comerciantes e dinamizar o comércio no Funchal.

Entre as medidas propostas, realça-se a redução dos prazos de licenciamento, sobretudo na área do urbanismo e no acompanhamento da  criação de negócios, a descida das taxas municipais, nomeadamente das esplanadas e de publicidade.

Para Pedro Calado, esta é  uma matéria que tem afectado muito os comerciantes, sobretudo em ano de pandemia, em que as ajudas da CMF foram poucas. Por esta razão, promete rever as actuais condições: «neste momento aquilo que nós pretendemos oferecer aos  comerciantes é um espaço de geração  de negócio, criação de riqueza e não de angariação de receitas fiscais. As empresas já estão sobrecarregadas com taxas municipais e o que é preciso é aliviar a carga fiscal e ajudar os comerciantes, para que tenham essa capacidade de gerar riqueza e criar postos de trabalho».  

Outra das medidas que a candidatura “Funchal Sempre à Frente” aposta passa pela redução da derrama municipal. No entender de Pedro Calado não faz sentido ter a carga fiscal em vigor, a que se acresce a revisão do o regulamento dos mercados municipais e feiras, uma vez que não está a ser bem interpretado pelos comerciantes do Mercado dos Lavradores.

A digitalização do comércio é igualmente uma aposta do “Funchal Sempre à Frente”. Fazer com que os pequenos comerciantes tenham a capacidade de fazer vendas pela internet, para além do seu espaço físico, fazendo crescer dessa forma os seus negócios. 

Nesse sentido, a coligação “Funchal Sempre à Frente” conta com o apoio da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF), existindo projectos dinâmicos nessa área e fundos comunitários disponíveis para que os comerciantes possam desenvolver tecnologicamente os seus negócios.

A coligação “Funchal Sempre à Frente” tem vindo a manter contactos com os empresários de diversos sectores de actividade para se inteirar não só dos problemas,  mas também apresentar soluções.
Pedro Calado desmascara «operações de cosmética» nos bairros sociais

Pedro Calado desmascara «operações de cosmética» nos bairros sociais

14-08-2021
Pedro Calado desmascara "operações de cosmética" nos bairros sociais
“Funchal Sempre à Frente" aposta nas remodelações profundas

Pedro Calado e o “Funchal Sempre à Frente” voltaram a Santo António alertando, uma vez mais, para a necessidade urgente de remodelação dos três blocos, com 30 fracções, do conjunto habitacional da Ribeira Grande e que pertencem à Câmara Municipal do Funchal 

Perante os moradores, Pedro Calado, lembrou que o actual executivo camarário prometeu, há oito anos, requalificar aquele bairro, mas a única coisa que fez foi «aumentar rendas» e dedicar-se a «operações de cosmética» que em nada resolveram os problemas que têm sido constantemente reivindicados pelos moradores. 

«Nós ainda não entramos, na CMF, e o problema aparentemente parece ficar resolvido. Bastou virmos cá dizer a toda esta população que a requalificação  integral deste bairro é uma das nossas promessas e faz parte do nosso programa eleitoral para, na semana seguinte,  o actual  presidente da câmara se lembrar  de vir aqui prometer mais uma  operação  de cosmética que é  pintar as fachadas e arranjar a escadaria.  Não é isso que as pessoas que nos têm contactado precisa», referiu Pedro Calado.

No local, Pedro Calado voltou a transmitir à população que a habitação social é uma prioridade na sua candidatura e que este compromisso faz parte do programa que tem para o Funchal. 

No caso do conjunto habitacional municipal da Ribeira Grande, o compromisso de Pedro Calado e do “Funchal Sempre à Frente «é fazer obras de requalificação quer no interior, quer no exterior destas moradias. Nós temos um programa muito ambicioso, não só para este bairro, mas para todos os 30 conjuntos habitacionais que a autarquia tem ao longo de todas as freguesias do concelho do Funchal». 

São 136 milhões de euros do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) para  habitação  social, conforme explicou Pedro Calado, que anunciou  estar em  preparação  programas de requalificação  dos bairros sociais que a  CMF tem ao seu dispor para tornar a habitabilidade com dignidade  e dar melhor qualidade de vida às pessoas. 

Nesse sentido, «o propósito é criar bolsas de estacionamento para estes conjuntos habitacionais, melhorar estes parques infantis que estão completamente degradados e votados ao abandono. Queremos fazer uma integração plena das pessoas que aqui vivem na sociedade, mas, essa integração plena tem de ser feita com melhores condições de vida dentro das suas habitações», salientou. 

No entender de Pedro Calado, de nada serve apenas fazer uma operação de cosmética de pintura, quando aquilo que já estava anunciado há muito tempo, a promessa de requalificação, anunciada em 2019, infelizmente não teve qualquer consequência. «Aquilo que viemos dizer à população é que connosco não há qualquer desconfiança nos projectos que apresentamos. Nós apresentamos esta promessa e uma das primeiras coisas que vamos começar a fazer já em Outubro é a requalificação integral  de todo  este projecto. Mais do que prometer é concretizar», assegurou, reiterando o compromisso do seu programa nos apoios para a habitação social e requalificação dos complexos habitacionais municipais.